“Há uma tendência de empresas fraudadoras se estabelecer em Barra do Choça”. Diz delegado da PF

O Delegado da Polícia Federal de Vitória da Conquista, Rodrigo Kolbe, disse que vai acionar o Ministério Público da Bahia para investigar uma suspeita de fraudes na liberação de alvarás para empresas em Barra do Choça . O delegado disse que o que chamou a atenção durante as investigações, foi a facilidade de empresas fantasmas se instalarem no município.


“Há uma grande tendência dessas empresas fraudadoras de se estabelecer em Barra do Choça. É uma característica que a gente verificou nesta operação. Por isso, vamos oficiar o Ministério Público da região para que verifique como a prefeitura tem liberado esse alvarás de funcionamento dessas empresas. Porque elas não exitem. No mesmo lugar que existia três, existia uma, e depois não existem mais nenhuma”, informou.




Segundo o delegado, em uma sede apontada como sendo de uma cooperativa investigada, na verdade funcionava uma empresa de internet. Ainda segundo informações de Rodrigo Kolbe, o dono da empresa de internet, disse que recebia o pagamento do aluguel do ponto em troca de aceitar que o mesmo endereço fosse da cooperativa, o que incluía receber correspondências.


Além de Barra do Choça, a operação envolveu outras cidades baianas, como Cândido Sales, Condeúba, Encruzilhada, Ribeirão do Largo, Gandu, Itambé, Jequié, Piripá, Vitória da Conquista, Tanhaçu, Ipirá, Salvador, Barreiras, Luís Eduardo Magalhães e Formosa do Rio Preto. Além de Mata Verde em Minas Gerais.


Foram presos na operação: ex-secretários, ex-vereadores, ex-presidentes de Câmara de Vereadores, ex-assessores de vereadores e servidores públicos. O delegado ainda afirmou que nenhum atual prefeito está sendo investigado na Operação Lateronis.

“Há uma tendência de empresas fraudadoras se estabelecer em Barra do Choça”. Diz delegado da PF “Há uma tendência de empresas fraudadoras se estabelecer em Barra do
Choça”. Diz delegado da PF Reviewed by Correio Barrachocense on novembro 30, 2017 Rating: 5

Nenhum comentário

Facebook