Taxa de desemprego no Brasil no trimestre é a mais alta desde 2012







Aumento da taxa de desemprego no Brasil
(Taxa de desemprego no Brasil supera 13%)



Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a taxa de desemprego no Brasil no trimestre de dezembro à fevereiro é a mais alta desde 2012. Nesse período, 13,5 milhões de pessoas estavam desempregados.

Comparando com o trimestre de setembro à novembro, o número de desempregados no Brasil teve um aumento de 1,4 milhões de pessoas, ou 11,7%. Já em um ano, o aumento no número de pessoas sem emprego foi de 30,6%, o equivalente a 3,2 milhões de pessoas.




Taxa de Desocupação - Brasil - 2012/2017

















Trimestre móvel201220132014201520162017



nov-dez-jan


...


7,2


6,4


6,8


9,5


12,6




dez-jan-fev


...


7,7


6,8


7,4


10,2


13,2




jan-fev-mar


7,9


8,0


7,2


7,9


10,9




fev-mar-abr


7,8


7,8


7,1


8,0


11,2




mar-abr-mai


7,6


7,6


7,0


8,1


11,2




abr-mai-jun


7,5


7,4


6,8


8,3


11,3




mai-jun-jul


7,4


7,3


6,9


8,6


11,6




jun-jul-ago


7,3


7,1


6,9


8,7


11,8




jul-ago-set


7,1


6,9


6,8


8,9


11,8


10°


ago-set-out


6,9


6,7


6,6


8,9


11,8


11°


set-out-nov


6,8


6,5


6,5


9,0


11,9


12°


out-nov-dez


6,9


6,2


6,5


9,0


12,0




                                (Fonte: IBGE, Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua)


Os dados fazem parte da Pesquisa Nacional por Amostra de domicílio (PNAD), e foram publicados nesta sexta-feira, 31.

VEJA TAMBÉM: Servidores municipais e estaduais ficarão fora da                                            reforma da Previdência

O instituto considera desempregado, pessoas que não tem trabalho e que tenha procurado emprego nos últimos 30 dias anteriores à pesquisa.

Veja os dados completos e a comparação com outros períodos clicando em: ibge.gov.br

Taxa de desemprego no Brasil no trimestre é a mais alta desde 2012 Taxa de desemprego no Brasil no trimestre é a mais alta desde 2012 Reviewed by Correio Barrachocense on março 31, 2017 Rating: 5

Nenhum comentário

Facebook