Servidores municipais e estaduais ficarão fora da reforma da Previdência



Na noite da última segunda-feira, 21, em um rápido pronunciamento o Presidente da República, Michel Temer, anunciou que tirou da proposta de reforma da Previdência enviada ao Congresso Nacional os servidores estaduais e municipais. Com esta decisão, servidores públicos municipais e estaduais saem da reforma que está sendo discutida na Câmara dos Deputados.







Brasília - O presidente Temer fala sobre a inmportância da reforma da previdência (Valter Campanato/Agência Brasil)
O presidente  Michel Temer fala sobre a alterações na proposta da reforma Previdência Valter Campanato/Agência Brasil



“Vários estados já providenciaram sua reformulação previdenciária. E seria uma relativa invasão de competência, que nós não queremos levar adiante, portanto disciplinando a Previdência apenas para servidores federais”, disse o presidente. 



LEIA TAMBÉM: Ministro do TSE pede alegações finais para julgar chapa Dilma-Temer



BARRA DO CHOÇA: comissão colhe assinaturas contra a Reforma da Previdência



A decisão faz com que professores da rede pública estadual e policiais civis estaduais, dentre outras categorias vinculadas aos governos dos estados, aguardem uma reforma específica, definida pelos governadores e deputados estaduais.



Já os servidores públicos federais, trabalhadores da inicativa privada, como aqueles regidos pela Consolidação das Leis Trabalhistas (CTL), continuam inclusos na proposta.



FONTE: Agência Brasil




Servidores municipais e estaduais ficarão fora da reforma da Previdência Servidores municipais e estaduais ficarão fora da reforma da Previdência Reviewed by Correio Barrachocense on março 22, 2017 Rating: 5

Nenhum comentário

Facebook